O GUARDADOR DE REBANHOS - XIII

XIII

Leve, leve, muito leve,
Um vento muito leve passa,
E vai-se, sempre muito leve.
E eu não sei o que penso
Nem procuro sabê-lo.
 
              Fernando Pessoa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

CANTIGA DOS AIS

CANÇÃO DA MOÇA-FANTASMA DE BELO HORIZONTE

Aconteceu-me