CANTO DA LAMENTAÇÃO - 9

 
9.

Mas há a noite. O estar sozinho
e no entanto acompanhado — servo de um deus estranho
cumprindo o ritual jamais completo

mas há o sono. A lúcida surpresa
de um mundo imaterial e necessário,
com praias onde o corpo se desprende.

mas há o medo.  Há sobretudo o medo.
Fel, rancor, desconhecido apelo,
suor noturno, rápido suicídio.
 
                        Daniel Filipe

Comentários

Mensagens populares deste blogue

CANTIGA DOS AIS

CANÇÃO DA MOÇA-FANTASMA DE BELO HORIZONTE

Aconteceu-me